Seguindo a onda sustentável, projetos verdes ganham cada vez mais destaque nas cidades. No Dia da Floresta, conheça algumas iniciativas com o objetivo de trazer mais verde para as metrópoles.

Apesar do crescimento constante do espaço urbano, atualmente as florestas ainda representam uma porção considerável de todo o território do planeta: de acordo com relatório da ONU, 31% de toda a área terrestre do mundo é coberta por florestas. Mas, embora o território verde seja grande, questões como o desmatamento ainda despertam preocupações para a sociedade.

Ainda de acordo com relatório da entidade, quase dois terços das florestas no mundo têm sinais claros de intervenção humana, e em alguns pontos do globo elas estão diminuindo cada vez mais — na América do Sul, por exemplo, cerca de 4 milhões de hectares foram desmatados por ano entre 2000 e 2010.

Contrariando esta lógica, diversos arquitetos e paisagistas têm apresentado soluções cada vez mais criativas para reverter este cenário, como parques e jardins verticais. Para incentivar esta discussão no Dia da Floresta, comemorado em 21 de março, listamos alguns exemplos de projetos e obras verdes que mudaram e coloriram o cenário cinza das cidades:

Bosco Verticale (Milão, Itália)

TrendyDesign-Blog-21-03-16-Arquitetura-Boscofoto por: Stefano Boeri Architetti

Literalmente um “bosque vertical”, o Bosco Verticale é um projeto do escritório italiano Boeri Studio no distrito de Porta Nuova em Milão, na Itália, considerado a primeira “floresta vertical” do mundo. O projeto contempla duas torres residenciais — de 120 e 80 metros de altura — com cerca de 20 mil plantas entre árvores, arbustos, arboretos e mudas.

Sua área verde representaria aproximadamente 10 mil metros quadrados numa área plana, e sua composição cria um microclima que ajuda na absorção de gás carbônico e também na proteção contra a poluição sonora e os raios solares intensos do verão. Além disso, as plantas ajudam na produção de umidade, aumentando o frescor nos apartamentos.

O projeto foi considerado o prédio do ano de 2014 pelo Museu de Arquitetura de Frankfurt no International Highrise Award, e também foi eleito como o arranha céu mais bonito e inovador do mundo dentre 800 concorrentes avaliados pelo Instituto de Tecnologia de Illinois, em Chicago.

link: http://www.stefanoboeriarchitetti.net/en/portfolios/bosco-verticale/

Central Park (Sidney, Austrália)

TrendyDesign-Blog-21-03-16-Arquitetura-CentralParkfoto por: Central Park Sidney

Idealizado pelo botanista francês Patrick Blanc, o Central Park de Sidney é um projeto de renovação urbana que conta com uma torre residencial de 117 metros de altura. A torre —  intitulada One Central Park — foi projetada pelo arquiteto francês Jean Nouvel, responsável por modernizar o conceito de muro verde nos anos 80, e seu jardim vertical conta com mais 38 mil plantas indígenas e exóticas.

link: http://www.centralparksydney.com/live/one-central-park

Parques Sem Fronteiras (Nova York, EUA)

TrendyDesign-Blog-21-03-16-Arquitetura-ParqueSemFronteirasfoto por: Archdaily/Departamento de Parques de Nova Yorky

Mais do que um projeto, um programa: pensando em incorporar áreas verdes aos trajetos dos pedestres, o Departamento de Parque de Nova York lançou o “Parques Sem Fronteiras no início de março de 2016.

A iniciativa partiu de uma consulta pública com os cidadãos para saber quais lugares públicos deveriam ser melhorados, e desta consulta foram escolhidos cinco parques para receber US$ 8 milhões cada. Este dinheiro será destinado à intervenções em sua infraestrutura, como bordas, acessos e espaços adjacentes.

link: http://www.archdaily.com.br/br/783051/parques-sem-fronteras-o-plano-de-nova-iorque-para-criar-parques-mais-acessiveis

Floresta Flutuante (Rotterdam, Holanda)

TrendyDesign-Blog-21-03-16-Arquitetura-FlorestaFlutuantesfoto por: Urban Contest

Inspirada em uma obra do artista plástico colombiano Jorge Bakker, a floresta flutuante fica em Rotterdã, na Holanda, e consiste de diversas árvores que flutuam em um lago da cidade. De acordo com o site do projeto, ele continuará em expansão cronicamente, uma vez que utilizará árvores removidas de áreas da cidade em processo de revitalização.

link: http://www.boredpanda.com/floating-trees-bobbing-mothership-rotterdam-jorge-bakker/

No Brasil

TrendyDesign-Blog-21-03-16-Arquitetura-Movimento90foto por: Movimento 90º

No Brasil, mais especificamente em São Paulo, dois movimentos chamam a atenção pela sua proposta de revitalizar o espaço urbano: o Parque Minhocão e o Movimento 90º. Com propostas bem semelhantes, ambos têm como objetivo o aumento da área verde (e da qualidade de vida) em meio ao cinza da capital.

Enquanto o primeiro propõe a criação de um jardim suspenso no Elevado Costa e Silva, o Movimento 90º realiza instalações de parques e jardins verticais em espaços comerciais e residenciais — principalmente em espaços como o Elevado, onde a poluição dos carros atinge níveis desproporcionais. Além disso, o movimento ainda oferece workshops e cursos, incluindo um manual completo para quem quiser construir seu próprio jardim vertical.

links: http://minhocao.org/ e http://movimento90.com/

Comments

comments